Quanto Custa para Fazer o Caminho de Santiago?6 min read

uanto custa para fazer o Caminho de Santiago? Uma pergunta frequente que merece atenção. Não há uma resposta exata pois é algo um tanto complexo e relativo, pois depende de cada um e também do Caminho. Mesmo assim, vou tentar esclarecer alguns pontos, levando em conta os gastos que o peregrino tem lá na Espanha.

A tendência é ouvir muito das pessoas um “vai! não gasta tanto assim, o importante é ir!”. Isto se deve ao fato de que estas pessoas (como a maioria) tiveram boas experiências e querem compartilha-las com outras pessoas. Tentam estimular os outros a fazerem o Caminho com a intenção de passar algo positivo. Eu mesmo acabo fazendo isso diversas vezes. É normal esquecermos as dificuldades pelas quais passamos e não falar delas. Acabam apagadas da nossa memória, sendo substituídas pelas boas experiências.

Mas eu me sentiria um irresponsável se apenas incentivasse alguém a ir, dizendo que dará tudo certo, que será muito tranquilo e que tudo são flores. Nem sempre é assim, portanto esteja preparado para tudo (coisas boas e ruins).

Algo importante a ressaltar: este artigo fala sobre os gastos no Caminho de Santiago, não sobre o que se gasta antes (equipamentos, passagens, acessórios e outros).

Mas vamos à resposta para a pergunta que você deve estar se fazendo: “quanto vou gastar no Caminho de Santiago?”.

Gasto com hospedagem (albergues)

Albergue no Caminho de Santiago

O preço dos albergues podem variar muito, e isso não depende da qualidade.

Anúncio

Para começar, o preço dos albergues variam muito entre os paroquiais, municipais e os privados.

Há os que são por donativo (agora inventaram o “donativo mínimo”), os que custam algo em torno dos 5 ou 6 euros e há os que podem chegar a 12 euros ou mais. Dependendo da época que você for, pode não encontrar lugar nos albergues mais baratos ou mesmo nos albergues. Isto é um fato.

Eu já fui obrigado a ficar em uma pensão ao invés de albergue em Los Arcos, em 2013, pois tudo estava lotado. E lá se vai um dinheirinho a mais…

Algumas vezes, nem telefonando para reservar com um dia de antecedência havia lugar. O que aconteceu: o feriado de 1º de maio caiu numa quarta-feira e muita gente emendou a semana toda para fazer apenas um trecho do Caminho. Todo dia era uma disputa pelos albergues. Muitos peregrinos tentavam sair muito cedo (às vezes antes das 6hs!) e paravam o mínimo possível para achar lugar nos albergues. Acabavam não desfrutando o Caminho. Algumas vezes eu arriscava  e outras tentava reservar os albergues com 2 dias de antecedência. Isso quando permitiam a reserva (em geral albergues privados).

Gastos com as refeições

O jantar do peregrino (la cena)

A cozinha do albergue de Ponferrada possui ótima estrutura, com vários utensílios disponíveis. Cozinhar no albergue é uma boa ideia se quer economizar um pouco e fazer novos amigos.

Cozinhar no albergue quando tem uma cozinha disponível é uma boa opção para economizar e fazer amigos.

A comida é outro ponto importante. O menu peregrino está cada vez mais caro. Em março/abril de 2015 custava entre 10 e 12 Euros em média. Existe também a opção de juntar-se a outros peregrinos e cozinhar nos albergues que tem cozinha. Além disso, existem albergues que fazem o jantar e você paga quanto puder (cena comunitaria). Nestes casos é importante doar um valor justo, pois o hospitaleiro fez o jantar com todo amor e carinho. Outro motivo é que pode ter algum peregrino que não doa ou doa pouco, devido à sua condição financeira. Lembre: os hospitaleiros precisam do dinheiro para continuar o belo trabalho que fazem. É este donativo que permite que continuem a oferecer a cena comunitaria e a manter o albergue.

Um detalhe importante: não conte que sempre terá cozinha no albergue. Apesar de alguns afirmarem isso, não é verdade. Aliás, é muito

Anúncio

comum não ter uma cozinha à disposição dos peregrinos. Acontece também de ter a cozinha, porém não ser equipada (ou ser equipada mas ter uma fila enorme para usá-la). Portanto, por mais que você evite, comerá algumas vezes em algum restaurante sim.

O café da manhã (el desayuno) e lanches

O café da manhã e mais algumas coisinhas que vai comer durante a caminhada varia de pessoa para pessoa). Mas reserve entre 6 e 10 Euros. Você pode preparar um lanche para levar e fazer você mesmo o seu café (quando possível). Isso ajuda a economizar “uns trocos”.

Outros gastos

Outra coisa: os “imprevistos previstos”: ter que comprar algum medicamento ou algo que não levou. Mas isso, dividindo em 30 e poucos dias não pesará tanto no bolso.

pés machucados

Imprevistos(algumas vezes previstos) podem acontecer, é bom estar preparado.

Sempre leve em consideração também que estará muito, muito longe de casa. Você tem a opção de ir com o dinheiro contado – o que não recomendo – ou ter uma pequena sobra para emergências maiores. Se precisar de atendimento médico, por exemplo, o seguro pode dizer que precisa ir até a próxima cidade grande e que depois te reembolsará o táxi quando chegar no Brasil (isso depende do seguro, do lugar onde está e do tipo da emergência). Você precisará dispor deste dinheiro.

Afinal, quanto vou gastar no Caminho de Santiago?

“Mas afinal, quanto vou gastar no Caminho de Santiago?“, você deve estar se perguntando ainda. Minha resposta é: eu acredito que um “peregrino tradicional”, ficando somente em albergues e carregando a sua mochila gasta entre 1.100 e 1.400 Euros. Isto sem contar os imprevistos nem gastos extra-Caminho (um vinho, um licor ou um souvenir em Santiago de Compostela, por exemplo).

Mas sempre indico que o peregrino tenha pelo menos uns 1.600 a 1.800 Euros, afinal, nunca se sabe o que pode acontecer. Melhor correr o “risco” de sobrar do que faltar. Principalmente porque não estará “logo ali na esquina”. Reconheço que talvez (reforço: talvez!) este valor seja um pouco exagerado, porém, como já falei, eu sempre prefiro prevenir.

Ferramentas na Internet

Há uma calculadora on-line do Eroski que pode servir de base, mas não sei se os preços que usam como base estão atualizados. Sinceramente acho que estão um pouco defasados. Para te ajudar a calcular o valor em reais, você pode usar o site Meu Câmbio, que fornece a cotação em diversas cidades do país.

Tem um planejador de etapas no site URCamino que indica qual seria o teu gasto aproximado em hospedagem. É só para usuários registrados, mas para registrar-se é “de grátis”, “na faixa”, “no vascão”, free. 🙂

Anúncio

Certamente existem outras ferramentas na Internet, mas citei as que mais uso. O importante é ter uma ideia de quanto vai gastar no Caminho de Santiago.

Note que ir financeiramente preparado ajuda a focar somente no Caminho. Imaginou ficar todos os dias calculando quanto já gastou e quanto dinheiro ainda tem? Melhor usar este precioso tempo com outras coisas, não acha?

 Buen Camino!

Print Friendly, PDF & Email
Gostou do artigo? Compartilhe!
Anúncio

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Gostou deste artigo?
Mantenha-se atualizado!

Inscreva-se em nossa lista para receber novos artigos e novidades exclusivas para você!

Obrigado por inscrever-se!

Xiii... algo deu errado!