Caminho de Santiago: 7ª Etapa – Los Arcos a Logroño

9 433

Esta etapa entre Los Arcos e Logroño é um pouco mais longa do que as outras que você estava acostumado. Com pouco mais de 27 quilômetros, vou dividi-la em três partes, tendo como base as principais cidades.

Assim podemos dizer que a primeira parte, de Los Arcos a Sansol/Torres del Rio, é uma etapa de nível fácil, com relevo pouco acidentado.

Já a segunda parte, entre Torres de Rio e Viana, eu considero um pouco cansativa, pois há muitas subidas e descidas, algumas bastante íngremes.

E, finalmente, a última parte, entre Viana a Logroño, também é fácil, ao menos até pouco antes de chegar ao destino. No final deste trecho vai encontrar algumas boas subidas, mas… ânimo! Já está no final! Vou descrever abaixo cada um destes trechos do Caminho de Santiago de Compostela.

Los Arcos a Torres del Rio

Foto com as sombras de dois peregrinos, feita na saída de Los Arcos
A tradicional foto das sombras, feita na saída de Los Arcos.

A saída de Los Arcos é bastante tranquila. No começo tem uma subida com cerca de 600 metros de extensão que eu considero relativamente leve. Depois o trecho é plano, tendo os tradicionais sobe e desce, claro, mas nada que mereça destaque. Chegando perto de Sansol vai ter uma ou outra subida maior, mas, como sempre, um grande aclive para chegar em Sansol. Nos últimos quilômetros você caminhará na rodovia, ou seja, asfalto.

Sansol é um pueblo que tem alguma estrutura, como farmácia, bares e albergue. Mesmo assim, os peregrinos que resolvem passar de Los Arcos para fazer um trecho mais curto no outro dia vão até Torres del Rio, que é grudado em Sansol. Apenas 800 metros separam os dois pueblos. Estes poucos metros, porém, não são planos. Há uma grande descida e em seguida uma subida forte na entrada de Torres del Rio. Bem no começo da subida tem uma fonte do lado esquerdo. Aproveite para pegar água bem fresca.

Em Torres del Rio vai encontrar mais bares e albergues que em Sansol. Costumo parar aí para tomar um segundo café da manhã e pegar fôlego para o que vem pela frente. Na saída deste pueblo você vai passar pela Igreja do Santo Sepulcro, de origem templária. Esta igreja, construída entre 1160 e 1170, tem formato octogonal, como a Igreja de Santa Maria de Eunate. Para visitá-la terá que pagar uma pequena taxa, algo simbólico, como 1 euro. Eu ia dizer que não custa parar e fazer uma visita rápida, mas custa sim, um euro! Mas como não conhecê-la por dentro trará, arrependimento mais tarde, talvez esta pequena economia não seja uma boa. 🙂

A ladeira na entrada de Torres del Rio
Ladeira na entrada de Torres del Rio

Torres del Rio a Viana

Este trecho tem cerca de 10,5 quilômetros e vai exigir um pouco do seu físico. A saída de Torres del Rio já começa difícil. Vai ter uma ladeira bem forte por 500 metros aproximadamente, até o cemitério. Aliás, já vai ter lareiras para atravessar o pueblo.

Publicidade
9 Comments
  1. Ana Christina Rangel says

    Bom dia!
    Agradeço imensamente seus posts que em muito têm me auxiliado nesta etapa de preparação.
    Passagens em mãos e inicio dia 17/09/2017.
    Não localizei a 6ª Etapa…
    Abraço!

    1. Claudio Bittencourt Pacheco says

      Olá Ana Christina!

      Já está com as passagens para 17/09? Uau! Agora não tem mais como fugir, vai ter que ir… 🙂
      A 6ª etapa você pode encontrar no link ETAPAS, no menu que fica parte de cima do blog, ou em CATEGORIAS, do lado direito. Mas, para facilitar… aí vai o link! https://meuscaminhos.com.br/caminho-de-santiago/etapa-estella_los-arcos/
      Espero que esteja gostando do blog. Tendo qualquer dúvida ou sugestão, por favor me passe. As vezes não sei por onde começar ou o que devo escrever na sequência, então ideias sempre são bem vindas!

      Um abraço,

      Claudio

    2. Maria Shirley says

      Olá Ana, fiquei feliz em ver que em setembro estará a caminjo de Santiago. E como estão os preparatórios. Você vai sozinha? Tb quero fazer mas estou receiosa de ir soInha. O que me diz?.
      Um abraço.
      Shirley

      1. Claudio Bittencourt Pacheco says

        Olá Maria Shirley!

        Vou me intrometer na sua conversa… rs
        Muitas mulheres fazem o Caminho sozinhas. Lá você faz amizades e só anda sozinha se quiser. E dificilmente andar sozinha será um problema. Siga sempre as flechas amarelas e tudo estará bem!

        Um abraço!

    3. Ana paula torres says

      OI! Tambem farei o caminho em setembro! Será um marco do meu aniversario de 40 anos!!! O dia é 19, então estou preparando pra embarcar na segunda quinzena de sentembro!!! Nos veremo slá!!1

  2. Sinval Correia says

    Boa noite!

    Os comentários e dicas nos ajuda muito na preparação da caminhada, gostaria de saber se o mes de julho/agosto é muito complicado para se fazer o caminho francês completo como já li em outros sites.
    Abraços

    1. Claudio Bittencourt Pacheco says

      Olá Sinval!

      Desculpe a demora para responder, tive problema com meu servidor de e-mail, mas está resolvido.
      Eu nunca fiz em julho/agosto. É verão no hemisfério norte e período de férias. O Caminho acaba abarrotado de gente e os albergues lotam rápido. Os europeus aproveitam as férias para fazer o Caminho ou parte dele. O mesmo acontece quando há algum feriado prolongado, como 1º de maio quando cai numa terça, quarta ou quinta.
      O Calor também é insuportável, não sendo possível caminhar depois das 10hs até as 16 horas, aproximadamente. Eu recomendo que vá na primavera ou no início do outono. Setembro é uma boa época para ir também.
      Mas assim, quem não tem como ir em outra época, não tem jeito. Mas tem que estar ciente que tem que acordar de madrugada e ser um dos primeiros sair, para chegar a tempo de ter vaga no albergue e não caminhar sob o sol forte.
      Espero ter ajudado! 🙂
      Um abraço

  3. kadmo manoel campos dos santos says

    Claudio, boa tarde!
    Eu fiz o caminho o ano passado, saindo no dia 11.09.2017, de Saint Jean. a Santiago e ainda fomos, eu e mais 3 amigos alagoanos até Finisterra, de coche. Adorei e tenho vontade de fazer mais uma vez.
    Foi simplesmente maravilhoso. Ainda sonho refazendo o percurso.

    1. Claudio Bittencourt Pacheco says

      Olá Kadmo!

      Obrigado por escrever seu comentário!

      Minha mãe avisava a todos: “não faça o Caminho de Santiago. Você vai querer fazer sempre!”. Certamente você é um que concorda com isso, não é mesmo? O Caminho de Santiago realmente é especial. Se quiser fazer um relato para o blog, inclusive enviando fotos, eu publico aqui!
      Aproveitando, talvez você possa ajudar uma peregrina que acabei de responder no artigo sobre onde começa o Caminho de Santiago. Ela quer saber como são as temperaturas em setembro, período que você foi! Eu sempre vou em abril/maio. Respondi pelo que sei, mas talvez você possa dar uma resposta mais exata para ela! Agradeço se puder ajudá-la!

      Um abraço e Bom Caminho (já que sei que vai novamente um dia!)

      Claudio

Leave A Reply

Your email address will not be published.

catorze + vinte =