Onde Começa o Caminho de Santiago?

6

Uma pergunta que todo mundo já ouviu, e provavelmente você já tenha feito é “onde começa o Caminho de Santiago?”.

Quando as peregrinações à Santiago de Compostela começaram, o peregrino saía da porta de sua casa para ir até o local onde estava o túmulo do Apostolo Tiago. Levava o que considerava necessário para sua viagem (a pé ou a cavalo) e partia sem data para voltar. Muitos levavam pouquíssimo dinheiro, quando tinham algum para levar, e carregavam mantimentos para apenas alguns dias. Tomavam então a direção das rotas mais conhecidas que levavam para a Espanha e, na Espanha, os caminhos que levavam para Santiago.

Também é muito comum as pessoas perguntarem se alguém fez o caminho “todo” ou só parte dele. Para tentar esclarecer um pouco mais estas questões, resolvi escrever sobre este pequeno artigo.

Foto mostrando dois peregrinos caminhando ao lado de uma placa com os dizeres: "Santiago de Compostela, 790 quilômetros".
Saindo de Roncesvalles o peregrino passa por esta animadora placa.

As rotas preferidas eram as rotas comerciais existentes, que passavam por grandes cidades e diversos pequenos vilarejos, como era o caso do Caminho Francês. Com o aumento da peregrinação ao longo do tempo, estas rotas foram se transformando nas principais artérias de peregrinação, ficando conhecidas como Caminho de Santiago de Compostela. E, como a maior parte destes trajetos desembocavam no Caminho Francês, este ficou sendo o mais conhecido.

Todos fazem todo o Caminho de Santiago

Foto mostra uma estrada o albergue de Manjarin ao fundo, no Caminho de Santiago.
Chegando em Manjarin, entre Foncebadón e El Acebo. Uma etapa muito dura!

Resumindo: não é correto dizer que o Caminho de Santiago começa aqui ou ali. Ele começa na porta da sua casa, quando você sai para a peregrinação. Claro que você pode considerar que “começou” o Caminho na cidade onde iniciou a caminhada, é assim que a maioria faz. E este ponto será o seu Caminho de Santiago, não importando se iniciou na Holanda, na França, na Russia ou na Espanha. Não há como dizer que alguém fez “só um pedaço do Caminho” (a não ser que não tenha chegado a Santiago de Compostela). Independente se andou 300km ou 2.000 km, o peregrino fez todo o seu caminho, pois completou o que se propôs a fazer. Nem todo mundo tem condições de começar em Paris, em Le Puy ou mesmo na Alemanha. Cada um tem suas limitações, podendo ser dinheiro, condição física, tempo de férias ou qualquer outro motivo.

Publicidade

O Caminho Francês é o mais conhecido e tradicional. Por isso é comum as pessoas pensarem só na parte espanhola do Caminho. Este é o motivo pelo qual muitos pensam que o “Caminho todo” vai de Saint-Jean-Pied-de-Port (divisa com a Espanha) ou Roncesvalles (Espanha) até Santiago de Compostela. Mas isto é só uma referência!

Não importa onde você vai começar o seu Caminho, ele será algo especial que marcará sua vida. Não é fácil e não é para qualquer um, afinal as dificuldades são imensas. Isto, obviamente para quem tem como objetivo a peregrinação, não o turismo. Quem tem o turismo como motivação, pode pegar ônibus, “pular” trechos mais feios ou mais difíceis e/ou despachar a mochila para o próximo destino, ficando muito mais fácil o trajeto. Não vejo nenhum problema nisso, apenas o foco é outro. O Caminho de Santiago é para todos! E não importa onde iniciou, se chegou a Santiago de Compostela, fez o caminho todo, sempre!

Peregrino acompanhado de um burro. Figura não tão rara no Caminho de Santiago.
É possível encontrar peregrinos fazendo o Caminho de Santiago acompanhados de um burrinho.

Se você está com dúvidas sobre onde iniciar o seu Caminho de Santiago e quanto tempo leva para percorrer o trajeto escolhido, há um artigo aqui no blog que mostra as principais opções para o início do Caminho de Santiago. Confira!

 Buen Camino!

Print Friendly, PDF & Email
6 Comments
  1. Ana Cecília Cappua says

    SOCORRO! Eu e meu namorado temos 20 dias para fazer o caminho, querendo sair de Porto Alegre no início de julho. Não sabemos por onde começar o trajeto, pra onde comprar a passagem aérea, onde começar o caminho, quanto levar, enfim… temos no momento só MUITA VONTADE! ahahaha Obrigada desde já.

    1. Claudio Bittencourt Pacheco says

      Olá Ana Cecília!

      Calma, tudo vai dar certo… sempre dá tempo! 🙂
      Primeiramente preciso alertar que julho é o mês de alta temporada no Caminho, pois é o mês de férias dos europeus. Portanto vai estar muito, muito cheio. Além disso é verão, é muito calor, as horas de caminhada são um pouco mais limitadas, pois não é recomendável andar sob o sol fortíssimo.
      Eu não entendi se vocês tem 20 dias de férias no total, ou serão 20 dias de Caminho, já descontado o tempo de viagem de ida e volta. Vou considerar como 20 dias no total. Então você perde 2 dias viajando na ida, e 2 na volta. Sobram 16. Desta forma, recomendo sair de Léon, é uma cidade grande, bonita, com bastante estrutura e pouco depois da metade do Caminho. Estou falando do Caminho Francês, que é o mais tradicional. Dê uma olhada no artigo que fiz sobre isto ( Clique aqui!) para ter uma ideia. É bom sobrar uns 2 dias para você conhecer Santiago de Compostela e para o caso de precisar parar um dia.
      Há também a possibilidade de fazer outros Caminhos, como sair de O Porto em Portugal e fazer este trecho o Caminho Português.
      Tendo mais dúvidas, por favor escreva que terei prazer em responder! 🙂

      Um abraço!

      Claudio

  2. Lucélia says

    Tenho muita vontade de fazer o caminho todo , quero ir sozinha. É perigoso ? É caro ? Qual a melhor época ? Grata ?

    1. Olá Lucélia!

      Primeiramente, obrigado por sua visita!
      Suas perguntas são muito comuns, muitas delas eu fiz também antes de ir. Vou tentar responder a todas. Vamos lá!
      1. O Caminho todo é muito relativo. Você sempre vai fazer o caminho todo, não importa onde comece… Não existe uma definição exata de onde o Caminho começa, pois os peregrinos começavam da porta de suas casas. Mas é comum as pessoas considerarem Saint-Jean-Pied-de-Port ou Roncesvalles como o início do Caminho Francês.
      2. Há muita mulher que faz o caminho sozinha. Lá você vai conhecer outros peregrinos e pode caminhar acompanhada, se preferir. Não há perigos como aqui no Brasil, mas, claro, é sempre bom ter cuidado. São raros os casos de problemas. Tão raros que, quando acontece, os jornais divulgam por meses! Fique tranquila quanto à isso!
      3. A melhor época depende de cada um. Eu prefiro os meses de abril/maio, pois de junho a agosto tente a ter muita gente, além de ser muito quente. Há quem prefira ir nos meses de setembro/outubro. Só digo que não é aconselhável ir no inverno, pois é muito duro e as setas amarelas podem ficar encobertas pelas neve em alguns lugares (meses de novembro a março).
      4. Caro, com o Euro nas alturas, acaba ficando um pouco… infelizmente. Tudo depende também de cada um. Para saber mais sobre o quanto se gasta lá, recomendo que leia um artigo do blog que fala sobre o custo do Caminho de Santiago. Tendo dúvidas pode contar comigo para saná-las! 🙂

      Espero ter ajudado!

      Um abraço e Bom Caminho!

  3. DAYELLE RIBEIRO says

    Olá Cláudio! Estou planejando ir em Setembro. Você acha que a temperatura é ruim? O que você acha?

    1. Olá Dayelle!

      Imagino que esteja falando de setembro de 2019, obviamente. Eu sempre fui nos meses de abril e maio, primavera. As temperaturas variam muito, mas não há o frio extremo do inverno nem o calor intenso do verão. Pelo que ouvi dizer, de pessoas que foram em setembro, as temperaturas nesta época estão melhores já. Principalmente se for depois da 2ª quinzena de setembro, início do outono quase. Evite a todo custo os meses de julho e agosto (além do calor insuportável é período de férias). Não recomendo ir de novembro a março, quando as temperaturas já estão muito baixas.
      De qualquer forma, acredito que o outono seja um pouco parecido com a primavera quanto às variações de temperatura, então esteja preparada para frio e calor.
      Mas, respondendo de uma forma mais direta: acho que setembro já é uma boa época para ir, principalmente se não for bem no começo. É um mês que eu escolheria para ir, se não pudesse ir em abril/maio.

      Um abraço e bom Caminho!

      Claudio

Leave A Reply

Your email address will not be published.

3 × 1 =