19ª etapa – El Burgo Ranero a Mansilla de las Mulas

Mais uma etapa! Agora entre El Burgo Ranero e Mansilla de las Mulas. Serão poucos quilômetros de caminhada em um terreno sem muitas nuances no relevo.

Você já está chegando perto de Léon, falta pouco para conhecer esta bela cidade – que eu considero como um dos marcos do Caminho de Santiago.

Digo isto porque León é escolhida por muitos como início do trajeto, além de ser quase metade da parte espanhola do Caminho Francês.

O trecho entre El Burgo Ranero e Mansilla de las Mulas será bem parecido com os dias anteriores, exceto pela sua extensão. Serão apenas 19 quilômetros, quase nada comparado ao dia anterior. Veremos isso de forma um pouco mais detalhada e você perceberá que será um dia relativamente tranquilo!

A foto mostra do lado direito uma trilha de terra com várias árvores plantadas do lado esquerdo. Depois das árvores tem uma plantação de trigo, com plantas ainda pequenas. Este é o Caminho de Santiago entre El Burgo Ranero e Reliegos.
Caminho de Santiago entre El Burgo Ranero e Reliegos.

El Burgo Ranero a Reliegos

Bem na saída de El Burgo Ranero, vai passar pela Lagoa da Maçã (Laguna de la Manzana). Em seguida começa a mesma rota monótona como a do dia anterior, ao lado de uma pequena estrada.

A paisagem praticamente sempre igual também ajuda a tornar este pedaço um pouco cansativo.

O esquema é o mesmo: bancos a mais ou menos cada quilômetro, e árvores plantadas ao lado do caminho para propiciar sombra para os peregrinos.

Anúncio

Este trecho é um pouco longo. Então é bom levar suprimentos, como bastante água e talvez um chocolate (ou algo assim) para aguentar os quase 13 quilômetros até Reliegos.

No km 7,85, aproximadamente 1 quilômetro depois do campo de pouso e escola de ultraleve, vai ter uma área de descanso, a única até Reliegos.

A foto mostra alguns peregrinos descansando sentados em bancos de concreto que ficam em volta de uma mesa também de concreto. Esta é a única área de descanso entre El Burgo Ranero e Reliegos.
Única área de descanso entre El Burgo Ranero e Reliegos

Neste ponto tem um desvio para o pueblo de San Marco. Este pueblo fica 1,5 quilômetro fora do Caminho. Portanto não vale a pena ir até ele a não ser em caso de muita necessidade.

Continuando, a reta termina somente no km 10,3. Uma curva à direita quebra finalmente a monotonia. Você passa por baixo da linha férrea e logo em seguida fará uma outra curva, à esquerda. Um pouco mais e estará em Reliegos no km 12,9.

Reliegos

Esta pequena localidade é também um ponto que alguns consideram fim de etapa. Principalmente para quem não quis ir até El Burgo Ranero no dia anterior, pois de Bercianos del Real Camino até aqui são aproximadamente 20,5 quilômetros.

Deste lugar até León seriam mais ou menos 24 quilômetros, aproximadamente.

Mas, como já falei, talvez seja melhor fazer o trecho mais longo antes e chegar mais descansado na grande cidade de León. É uma decisão que cada um tem que tomar, afinal, cada um faz o próprio Caminho, não é mesmo?

Recomendo fazer uma parada aqui, descansar um pouco e arejar os pés. Afinal, há bares onde pode comer algo para repor as energias.

Anúncio

Faltam apenas 6 quilômetros (ou pouca coisa mais) para o fim da etapa. Tempo tem tempo de sobra!

Meteorito de Reliegos

Uma curiosidade: em 1947 caiu um meteorito em Reliegos, a mais ou menos 1,8 quilômetro da área urbana. Isto aconteceu por volta das 8:30h da manhã. No momento todos acharam que se tratava de um acidente aéreo, dada a proximidade da pista de pouso.

O meteorito tinha pouco menos de 30 cm e pesava 17 quilogramas. Ele foi separado em vários pedaços que foram distribuídos para algumas instituições de estudo e museus (é comum fazerem isso com meteoritos).

Reliegos a Mansilla de las Mulas

Último trecho do dia, continua o relevo praticamente plano. Este dia é bem fácil, comparando com todos que já passou.

Alguns guias indicam para ir direto até León, que fica a 37 quilômetros de El Burgo Ranero, pois não há muita dificuldade (fora a distância enorme!).

Eu prefiro fazer em duas etapas mesmo e não correr o risco de me machucar. Além disso, é melhor poder aproveitar o Caminho.

Na saída de Reliegos (km 13,4) vai ter uma área de descanso. Para quem prefere levar seu lanche ao invés de comer em algum bar da cidade, pode aproveitar este lugar. No entanto esta área de descanso não conta com sombra, somente mesas e uma fonte.

Depois da fonte o caminho continua igual antes e segue assim até Mansilla de las Mulas.

Área de descanso pouco antes do fim da etapa

No km 16,6 terá outra área de descanso, com mesas e fonte. Mas desta vez tem sombra, pelo menos.

Anúncio

Daqui falta muito pouco para chegar ao final da etapa. Como você tem bastante tempo pode se dar o luxo de descansar um pouquinho aqui, se quiser.

Incrivelmente há outra área de descanso no km 17,7 (sem muita sombra). Como você já está chegando em Mansilla de las Mulas, recomendo passar reto, falta pouco mais que 1 quilômetro para o albergue.

Na foto aparecem algo que parece ser o que restou de dois grandes pilares de uma antiga muralha de pedra, com uma pequena rua entre elas. Esta é a entrada dos peregrinos em Mansilla de las Mulas.
O que restou de uma muralha na entrada de Mansilla de las Mulas.

Passando esta última área de descanso você vai seguir pela pista de asfalto, por cima do viaduto que cruza a rodovia N-601. Já estará praticamente na entrada de Mansilla de las Mulas.

Ao chegar encontrará um pequeno monumento ao peregrino no km 18,7. Neste lugar terá uma fonte de água do lado direito. Faltam apenas 300 metros para o albergue municipal (se for esta a sua escolha de hospedagem).

O Albergue de Mansilla de las Mulas (albergue municipal) é um bom albergue com bons hospitaleiros. Não conheço os outros, então não posso avaliá-los. O que posso afirmar é que o municipal é bem cuidado e tem um ambiente bem agradável. Ele fica bem perto da saída da localidade.

Na foto aparece uma mulher em pé e um peregrino sentado à sua frente. Ela segura uma serra fingindo cortar o pé do peregrino, brincando que não há solução para o pé dele.
hospitalera do albergue de Mansilla de las Mulas brincando comigo, dizendo que meu pé não tinha mais jeito, só cortando fora! rs

Alternativa para diminuir a próxima etapa

Como o terreno ajuda, você pode querer andar um pouco mais e ir até Puente Villarente, cerca de 6 quilômetros à frente. Já fiz isso, ficando no albergue San Pelayo (privado), ambiente agradável e excelente lugar para descansar. Até mesmo porque não tem muita coisa nesta pequena aldeia. O albergue é excelente, muito acolhedor!

Uma grande vantagem de fazer isso é que no dia seguinte faltarão pouco mais de 11 quilômetros até Léon. Assim sobra mais tempo para conhecer a grande e bela cidade.

Anúncio

Apesar da diferença de tempo caminhando ser de cerca de 1 hora e meia, vai da sua disposição e planejamento. Os dois lugares e albergues são muito bons (Mansilla de las Mulas e Puente Villarente), sendo o primeiro um lugar um pouco maior, com mais estrutura.

Independente de sua decisão, o próximo dia será relativamente fácil. Aproveite para curtir um pouco o tempo livre e também para descansar, afinal, terá muita coisa para ver em León!

Print Friendly, PDF & Email
Gostou do artigo? Compartilhe!
Anúncio

Leave a Reply

2 × 1 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Gostou deste artigo?
Mantenha-se atualizado!

Inscreva-se em nossa lista para receber novos artigos e novidades exclusivas para você!

Obrigado por inscrever-se!

Xiii... algo deu errado!