Governo da Galiza lança sistema para contar número de peregrinos

0

A Xunta de Galicia (junta da Galiza – governo da Comunidade Autônoma da Galiza) lançou em Arzúa, nesta quinta-feira, 14 de abril de 2022, um sistema para contar o número de peregrinos que percorrem as rotas jacobeas.

O primeiro vice-presidente, Alfonso Rueda, participou hoje no albergue de Ribadiso da apresentação de uma experiência piloto para o lançamento de um sistema de medição do número real de peregrinos, complementar às estatísticas de Compostela emitidas na Oficina de Recepção aos Peregrinos, em Santiago.

O novo método visa realizar a medição por meio de telefones celulares com Wi-Fi ou Bluetooth instalados em determinadas áreas. Nesse caso, em pontos estratégicos do Caminho Francês, a rota jacobina mais movimentada e que concentra mais da metade do fluxo.

Desta forma, é possível conhecer a concentração de pessoas na área de abrangência do dispositivo e o número de pessoas atraídas pelo Caminho de Santiago. Afinal, como explicou Alfonso Rueda, há muitos peregrinos que fazem o percurso e não buscam a Compostela ou não chegam a Santiago, o que faz com que não apareçam nas estatísticas. Devido a diferentes circunstâncias, eles completam o Caminho em etapas ou percorrem apenas alguns trechos.

O evento também contou com a presença da diretora de Turismo Galego, Nava Castro, e do delegado territorial da Xunta na Corunha, Gonzalo Trenor, além de representantes do Cluster de Turismo Galego e Associações de Amigos do Caminho de Santiago.

Por outro lado, no que diz respeito às Compostelas registadas neste ano, até ao momento, e sobretudo nas últimas semanas, as expectativas são de que os valores pré-pendêmicos e dados históricos serão superados nesse Xacobeo 21-22.

Cerca de mil peregrinos já estão chegando por dia e, de fato, ontem carimbaram sua credencial 1.600, o máximo diário em todo o ano de 2022 e também acima dos registrados em todo o mês de janeiro.

Desde o início do ano já foram mais de 20.700 caminhantes, o número mais alto neste mesmo período em toda a história do Caminho e do Xacobeo. Assim, os recordes de janeiro a meados de abril foram superados tanto em comparação com as mais de 18.600 Compostelas, no ano recorde de 2019, quanto com as mais de 19.100 do Xacobeo 2010.

As estatísticas mostram que os valores pré-pandemia estão sendo ultrapassados, uma vez que as mais de 9.700 Compostelas na primeira quinzena de abril são sete vezes mais do que as pouco mais de 1.200 registadas entre janeiro e todo o mês de abril de 2021.

Da peregrinação internacional

Quase 46% dos peregrinos que chegaram a Santiago de compostela, desde janeiro ,vêm de outros países. Destaca-se Portugal, representando mais de 8%, seguido da Alemanha, Estados Unidos, Itália, México, França e Reino Unido.

O primeiro vice-presidente destacou que a maior afluência no Caminho de Santiago é também um bom termômetro para medir as boas perspetivas turísticas para a Semana Santa, quando são previstas ocupações entre 60% e 80% (ou mais elevadas, em zonas como Santiago de Compostela, Ferrol ou Viveiro, Ribeira Sacra e Ourense).

Fonte: Vicepresidencia primera y C. de Presidencia, Justicia y Turismo da Galicia

Leave A Reply

Your email address will not be published.

vinte + 17 =