Etapa 13 – Burgos a Hornillos del Camino5 min read

Burgos, uma linda cidade com uma belíssima Catedral. Eu acho tão difícil ir embora de Burgos que até para escrever este artigo demorei! 🙂 Como o Caminho nos aguarda, vamos seguir em frente que temos muito chão pela frente!

Nesta etapa você tem duas opções: pode ir direto para Hontanas ou então ficar em Hornillos del Camino, o que eu recomendo se tempo não for um problema para você. Eu só fiquei em Hornillos uma única vez, no meu último Caminho de Santiago. Não me arrependo nem um pouco, até porque assim eu pude dormir em Castrojeriz, algo que eu queria muito.

Vou considerar as etapas até Carrión de los Condes parando em Hornillos del Camino, pois acredito ser (bem) menos cansativo e melhor para aproveitar o tempo. Claro que você pode esticar esta etapa até Hontanas, não há problema algum. Faça o seu Caminho e tudo dará certo!
Nunca esqueça que as etapas são sugestões, você deve fazer a sua peregrinação como você quiser, é o seu Caminho. Não se prenda a guias, siga seu coração!

Saída de Burgos

Parque na saída de Burgos

Parque na saíde de Burgos, um jeito agradável de iniciar a etapa.

Sempre que estou saindo de Burgos já começo a sentir saudade. A saída, diferente da chegada, é bem mais agradável. Você caminhará uma curta distância entre os prédios mas logo em seguida o cenário muda. Vai seguir por um passeio e depois passará por um parque. Mas, ainda assim, estará na cidade por um bom tempo. É bom que você saiba que neste dia você quase não encontrará sombras. Saia bem cedo!

 

Preste muita atenção à sinalização, pois você poderá ir pelo parque ou por fora dele (há um muro cercando-o). A distância praticamente é a mesma, a maior diferença é o ambiente. Se você assistiu ao filme The Way vai reconhecer a saída do parque, foi até onde o cigano fez o filho carregar a mochila do peregrino. Não vou falar muito para não ser acusado de spoiller. 🙂

Mapa esculpido na pedra mostra a península ibérica e o Caminho Francês

Na entrada de Tardajos, um mapa de pedra mostra a Península Ibérica e o Caminho Francês.

O trajeto todo é praticamente plano até o próximo pueblo. No km 5,8 você chegará a uma área de descanso onde tem uma fonte de água. Este lugar é praticamente a metade do caminho até Tardajos. Esta área de descanso fica perto de Villalbilla de Burgos, pueblo cujo Caminho só passa perto, mas que tem albergue para quem quiser ficar por lá.

Saindo da área de descanso, você andará mais algumas centenas de metros e cruzará uma ou mais rodovias, usando uma passagem para pedestres, claro. Neste ponto pode ter acontecido algumas modificações, pois quando passei pela última vez estava em obras. Mais alguns quilômetros e entrará em Tardajos.

Tardajos é um bom lugar para alimentar-se, trocar meias e deixar o pé arejar um pouco. Afinal, pode ser considerado a metade do caminho até Hornillos del Camino. Neste pueblo tem alguns bares onde poderá comer e usar o banheiro. Quando passei por ali pela primeira vez só existiam os bares ao lado da rodovia, bem na entrada. Lembro que estes estabelecimentos eram meio precários, com aseos (banheiros) não muito bons.

Tardajos a Hornillos del Camino

Saindo de Tardajos você andará apenas 2,2 quilômetros e chegará a Rabé de las Calzadas. Outro pequeno pueblo como Tardajos. Até chegar aqui você só terá as pequenas subidas e descidas normais. Desde Burgos até este pueblo a altitude média do Caminho é descendente, mas você nem vai perceber, pode-se considerar praticamente plano. Pequenas oscilações existem, mas nada que gere um sofrimento prévio só de olhar a subida em frente.

No Caminho de Santiago, saindo de Rabé de las Calzadas fica a Ermita de Nuestra Señora del Monasterio.

Ermita de Nuestra Señora del Monasterio, na saída de Rabé de las Calzadas

Na saída de Rabé de las Calzadas você passará ao lado da Ermita de N. Señora del Monasterio, uma Ermita românica que, se estiver aberta, vale uma paradinha. Depois deste ponto, serão aproximadamente 8 quilômetros até Hornillos del Camino. Porém…  serão 5,3 quilômetros subindo.

Praticamente na metade da subida (2,8 quilômetros) você encontrará a entrada para uma fonte, a fuente de Praotorre, que fica cerca de 60 metros fora do Caminho. Dependendo do seu cansaço e sede, vale a pena usar as mesas para recuperar o fôlego.

Ao chegar no topo da subida, já avistará Hornillos del Camino. Faltarão 2,7 quilômetros aproximadamente. Como boa parte desta pequena distância é descida, vá com calma para não se machucar. Já estará chegando, tenha paciência!

Hornillos del Camino

Vista de cima do morro onde pode-se ver Hornillos del Camino.

A poucos quilômetros de Hornillos del Camino pode-se ver o pueblo.

Este pequeno pueblo tem albergues, bares e mercearia. Fiquei no Albergue Municipal, simples, mas confortável e limpo. Lembro que neste dia fazia muito frio e fiquei bem feliz ao perceber, ao entrar, que a calefação estava ligada. Não tem wi-fi, mas sempre fico pensando se este é um ponto negativo ou positivo.

Se o tempo estiver meio chuvoso ou tiver chovido há poucos dias, se prepare para muita lama no dia seguinte. Resumindo, descanse!

No meu primeiro Caminho, ao chegar neste lugar eu descobri que não havia mais lugares nos albergues. Precisei andar até Hontanas, a mais ou menos 10 quilômetros de distância. É puxado, dependendo da sua condição física. Naquela ocasião foi difícil para mim, pois descobri minha primeira bolha bem na saída de Hornillos del Camino, além do tempo chuvoso e frio. Hoje até agradeço a falta de lugar nos albergues, pois foi este “empurrão” do Caminho que me levou a fazer boas amizades em Hontanas.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook e compartilhar este artigo!

Buen Camino!

Print Friendly, PDF & Email
Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Gostou deste artigo?
Mantenha-se atualizado!

Inscreva-se em nossa lista para receber novos artigos e novidades exclusivas para você!

Obrigado por inscrever-se!

Xiii... algo deu errado!