A Batalha de Roncesvalles – Lendas do Caminho de Santiago3 min read

O Caminho de Santiago é cheio de histórias e lendas. Normalmente os peregrinos não conhecem e não tem tempo ou interesse em pesquisar sobre elas. Acabam passando por pontos interessantes sem saber um pouco da história do lugar. É o caso da história da Batalha de Roncesvalles (ou Batalha de Orreaga), que vou contar de uma forma bem resumida. Roncesvalles chama-se Orreaga em euskera, língua do País Basco.

A Batalha de Roncesvalles (ou Batalha de Orreaga)

Quem foi Rolando (Roldán)

Rolando (Roldán, em Espanhol) foi um importante comandante franco, das forças de Carlos Magno. Era também o governador das marcas francas da Bretanha. Ficou muito conhecido por causa da Batalha de Roncesvalles, um dos episódios mais controversos da história das guerras. Pretendo contar aqui a minha versão, resumida e baseada nas pesquisas que fiz pela Internet.

A versão divulgada inicialmente fez desta batalha muito famosa. Segundo conta-se na Canção de Rolando, o exército de Carlos Magno foi atacado por milhares de Mouros numa grande batalha na Espanha, perto da divisa com a França. Historiadores concordam que isto só ocorreu na Canção de Rolando. Esta canção dá extrema importância ao que aconteceu e coloca os Mouros como responsáveis pela grande perda.

A Batalha de Orreaga

Em Ibañeta, o monumento que homenageia Rolando(Roldán) que morreu na Batalha de Roncesvalles.

Monumento à Rolando(Roldán) em Ibañeta, próximo à Roncesvalles.

Enfim, o que aconteceu foi mais ou menos o seguinte: Carlos Magno estava formando seu império, e resolveu entrar na Espanha para garantir uma “faixa de segurança”, dominando os Pirineus e o rio Elbro, além de tirar os Mouros da região de Zaragoza. Seus planos não deram muito certo e, derrotado, estava retornando à França com suas tropas.

Neste retorno, passaram pela cidade basca de Pamplona, que tinha uma grande muralha. Carlos Magno imaginou que se os inimigos (os Mouros) tomassem esta cidade, estariam protegidos. Assim seria muito mais difícil para Carlos Magno dominar a região. Resolveu então destruir a tal muralha. Claro que isto não agradou muito a população desta cidade basca.

Na volta, ao passar pelos Pirineus, perto da fronteira com a França e próximo à Roncesvalles (estudos indicam que mais provavelmente perto de Valcarlos), a retaguarda do seu exército foi atacada de surpresa pelos Bascos. Eles também eram cristãos, mas queriam ir à forra pela muralha destruída. Como eles conheciam bem a região, os Bascos atacaram com arqueiros e fizeram pedras rolarem em direção aos soldados de Carlos Magno. Além de não serem familiarizados com o lugar, não tinham armas para responder a um ataque daqueles. Desta forma, esta ala do exército, comandada por Rolando, foi dizimada.

A Arrogância de Rolando

Conta-se também que no início da batalha, Oliveiros pede a Rolando que toque o olifante, um instrumento de sopro, para alertar e pedir ajuda às outras tropas, mas ele recusou-se. Quando não tinha mais que sessenta homens, Rolando, usando suas últimas forças, decidiu finalmente tocar o instrumento. Queria que Carlos Magno viesse vingá-los, mas já era tarde demais. Oliveiros então repreendeu-o por sua arrogância de não ter tocado antes o olifante, sendo assim responsável pela morte dos nobres cavaleiros que faziam parte da retaguarda. Enfim, todos os Francos da tropa de Rolando morrem nesta que ficou conhecida como a Batalha de Roncesvalles.

Mais informações sobre a Batalha de Roncesvalles

Na Internet você pode encontrar muito material sobre este assunto. Abaixo coloco três vídeos, em Espanhol, que contam a história com um pouco mais de detalhes. É importante notar que o nome de Pamplona, em euskera, é Iruña.

Anúncio

 

 

 

Print Friendly, PDF & Email
Gostou do artigo? Compartilhe!
Anúncio

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Gostou deste artigo?
Mantenha-se atualizado!

Inscreva-se em nossa lista para receber novos artigos e novidades exclusivas para você!

Obrigado por inscrever-se!

Xiii... algo deu errado!