Alimentação no Caminho de Santiago – o vocabulário básico (parte I)9 min read

A alimentação no Caminho de Santiago de Compostela é uma das grandes preocupações dos novos peregrinos, principalmente se não falam a língua espanhola. É algo compreensível pensar neste tema ao fazer qualquer viagem, mas neste caso é algo um pouco mais delicado. O peregrino precisa saber não somente sobre a culinária do país, mas precisa saber onde, quando e o que deve comer para ter uma boa peregrinação. Além disso deve levar em conta que vai ficar um bom tempo longe de casa e que os costumes são diferentes. É comum ouvir falar em menu peregrinobocadillo, postre, pincho, tapas, mas nem todos sabem o que é.

Neste artigo pretendo responder a algumas destas questões, principalmente as relacionadas à língua e à culinária espanhola. Darei algumas dicas sobre as refeições, baseando-me na minha experiência. Certamente espero ajuda dos peregrinos que estejam dispostos a colaborar para complementar o artigo e auxiliar a quem está cheio de dúvidas. Toda ajuda é muito bem vinda! Atualizarei este artigo sempre que tiver uma nova informação, portanto, fique de olho!

Menu Peregrino

Este é o principal tópico ao se pensar em alimentação no Caminho de Santiago. O menu peregrino é um menu especialmente preparado para os caminhantes e conta com um preço mais em conta que o “normal”. Normalmente pede-se o menu peregrino nos bares e restaurantes do Caminho de Santiago de Compostela na hora do jantar – por volta das 19 horas. O menu, para quem não está acostumado, normalmente é composto de 1º prato, 2º prato, sobremesa e vinho (ou água). O primeiro prato pode ser uma paella, um espaguete com molho de tomate, uma salada, uma salada russa ou algo assim. O segundo prato é composto, em geral, de algum tipo de carne e batata (normalmente frita). É bom saber que a batata é o acompanhamento preferido dos espanhóis. Seria o que o arroz é para os brasileiros.

Menu peregrino

Menu peregrino de um restaurante do Caminho de Santiago

O preço do menu peregrino varia entre 9 e 12 euros aproximadamente. Algumas vezes não tem o menu peregrino, mas tem o menu do dia a um preço acessível. Aliás, a diferença entre menu peregrino e menu do dia é que o primeiro pode ter menos opções para ficar mais barato.

É bom saber que a comida é farta e suficiente para alimentar alguém que passou o dia caminhando. Outra coisa que deve saber: normalmente não é permitido compartilhar o menu. A não ser que você pergunte antes ou que esteja escrito em algum lugar, não faça isso. É possível pedir meio menu em alguns lugares (um só prato, sobremesa e bebida), porém o preço não fica muito menor. Se for este o motivo de pedir meio menu, não vale a pena.

Con pan y vino se hace el Camino

Con carne, pan y vino anda mas el peregrino

Variação da conhecida frase, em um ultramarinos de Puente de la Reina.

O vinho normalmente é de boa qualidade, com raras exceções. Mas não espere vinhos premiados (claro)! Em geral os vinhos são produzidos na região onde você está. Lembre-se que vai passar pela Navarra e Rioja, regiões conhecidas pelo vinho de boa qualidade! Uma dica importante se você prefere vinho: ao perguntarem se querem vinho OU água, escolha vinho e pague a água à parte. Se estiver em duas pessoas, um pedir vinho e o outro água, é possível que sirvam uma taça de vinho. Se os dois pedirem vinho, provavelmente deixarão a garrafa na mesa. Mas vai devagar! No outro dia vai ter que acordar cedo e caminhar bastante! 🙂

Vocabulário para alimentação no Caminho de Santiago

Um grande problema enfrentado por quem não fala bem o espanhol é saber o que exatamente é cada prato. Muitas vezes o peregrino é surpreendido por achar que pediu alguma coisa e outro é servida outra. Isto acontece muito quando tentamos adivinhar e escolher baseando-nos em palavras semelhantes existentes em nossa língua. Também tem auqela situação: lemos  o cardápio de cima para baixo, de baixo para cima, uma, duas, três vezes e não entendemos patavinas. Alguns estabelecimentos elaboram o cardápio em várias línguas, mas nem sempre isto ajuda. A mímica ajuda bastante algumas vezes, mas nem sempre.

Com o intuito de tentar reduzir este “sofrimento” (que pode até ser divertido) vou listar abaixo os pratos que lembro ter visto em algum lugar. Ok, confesso, nem todos eu lembro, muitos vieram de fotos que tirei do cardápio, justamente pensando em fazer esta lista um dia… 🙂  Apesar de eu dividir em primeiros e segundos, é bom avisar que algumas vezes o mesmo prato aparece como primeiro ou segundo, dependendo do restaurante. Mas uma coisa é certa: carne é sugundo prato, acompanhada de batata. 🙂

Anúncio
Anúncio

Primeiros

  • Alubia Roja con Costilla y Chorizo (Feijão vermelho com costela de porco e chouriço)
  • Alubias rojas (feijões vermelhos)
  • Cardo con jámon (cardo com presunto)
  • Cocido de garbanzos (cozido de grão-de-bico)
  • Embutidos variados
  • Ensalada (salada)
  • Ensalada mixta (salada mista)
  • Ensalada templada serrana (salada serrana temperada)
  • Ensaladilla rusa (resumidamente: maionese caseira com atum)
  • Espaguetis con tomate casero (espaguete com molho de tomate caseiro)
  • Espárragos dos salsas (aspargos dois molhos)
  • Fabadas (achei no wordreference.com: espécie de feijoada de feijão branco típica de Astúrias)
  • Garbanzos con espinacas (grão-de-bico com espinafre)
  • Guisantes con jámon (ervilhas com presunto)
  • Huevos revueltos con bacon y champiñones (ovos mexidos com bacon e champignon)
  • Judias verdes con jámon, ajo y pimentón (judia verde ou judia tierna: vagem. Vagem com presunto, alho e pimentão)
  • Lentejas estofadas (lentilhas refogadas)
  • Lentejas guisadas (lentilha guisada)
  • Macarrones con atún y tomate (pene, “macarrão de tubinho”, com atum e molho de tomate)
  • Pimientos de piquillo templados con atún (pimentão de “biquinho” – tipo de pimentão popular na Navarra. Pimentão temperado com atum.)
    Pimientos piquillos rellenos

    Pimientos de piquillo rellenos

  • Risotto com gambas (risoto com camarão)
  • Sopa de cocido o consomé (sopa de cozido ou consomê)
  • Sopa de cocido o sopa de cebolla (sopa de cozido ou sopa de cebola)
  • Sopa Riojana (sopa riojana)

Segundos

  • Albóndigas caseras con patatas fritas (almôndegas caseiras com batatas fritas)
  • Alitas de pollo a la barbacoa  (asinhas de frango com molho barbecue)
  • Bistec de ternera (bife de novilho/vitelo)
  • Boquerones fritos rebozados (anchovas empanadas fritas)
  • Calamares a la romana (lula à romana)
    Muslo y papata (coxa e batata)

    Coxa de frango e batata (muslo y patata)

  • Carrillera de cerdo estofada (bochecha de porco refogada)
  • Ciervo en salsa (cervo/veado ao molho)
  • Chuleta de cerdo (costeleta de cerdo)
  • Chuletillas de cordero (costeleta – “costeletinhas” – de cordeiro)
  • Costilla de cerdo con salsa barbacoa (costela de porco com molho barbecue)
  • Costilla guisada a fuego lento (con patatas) (costela guisada em fogo baixo – com batatas)
  • Croquetas caseras de Setas (croquetes caseiros de cogumelos)
  • Filete a la plancha (bife na chapa)
  • Hamburgues de Ternera (hambúrguer de novilho/vitelo)
  • Huevos rotos con jamón (ovos fritos com presunto)
  • Lenguado a la plancha (linguado (peixe) na chapa)
  • Lomo adobado de cerdo (lombo de porco marinado)
  • Lomo con patatas (lombo de porco com batatas)
  • Lomo con piquillos (lombo de porco com pimentões)
  • Morcilla de aquí con tomate (morcela “de aqui”, da região, com tomate)
  • Muslo de pollo con patatas (coxa de frango com batatas)
  • Nuggets de pollo  (nuggets de frango/empanados de frango)
  • Pescado del día (con ensalada o patatas fritas) (peixe do dia – com salada ou batatas fritas)
  • Pechugas de pollo a la plancha (peitos de frango na chapa – filé de peito de frango na chapa)
  • Pimientos rellenos de bacalao – pimentões recheados com bacalhau

Sobremesas (postre)

  • Arroz con leche (arroz doce)
    Helado Comtessa (ou sorvete Vienetta, em português)

    Este é o helado Comtessa (também conhecido como Vienetta). Comtessa é o nome deste sorvete utilizado pela marca Frigo.

  • Cuajada con azúcar o miel (coalhada com açúcar ou mel)
  • Flan con nata (flan/pudim com nata (normalmente chantilly)
  • Fruta del tiempo o yogures (fruta da época ou iogurte)
  • Helado Comtessa o cornete  (sorvete vienetta ou corneto)
  • Natillas (sobremesa tradicional na Espanha, é um creme de ovos e leite, com uma bolacha do tipo Maria em cima. Nem sempre vem com a bolacha (galleta), mas me disseram que “natillas sin galleta no son natillas”.
  • Tarta Santiago (torta de Santiago – torta de amêndoas feita na Galícia. *a Tarta Santiago somente pode ser chamada assim se seguir rigorosamente a determinados requisitos para ter o selo de Indicação Geográfica Protegida )
Natilla com bolacha em cima - tradicional sobremesa espanhola

Natilla com bolacha Maria e canela, como geralmente é servida. Sempre que for pedir, pergunte se são caseiras, pois tem as industrializadas (compra-se prontas no mercado).

E o café da manhã no Caminho de Santiago?

O café da manhã (desayuno) você aprende logo a pedir. É fácil e sempre tem alguma opção deliciosa que você vai sempre pedir. Vou tentar lembrar um pouco do vocabulário básico para seu desjejum. Se você lembrar de algo mais, por favor me avise para que eu possa acrescentar aqui!

  • Café com leche (não precisa traduzir, precisa? 🙂 )  – Este é o mais pedido. Pode especificar, se quiser: grande ou pequeño. Aliás, eu peço café con leche en vaso grande (em copo grande, normalmente o copo grande é maior que a xícara grande).
  • Espresso  – Café espresso. Cuidado! O espresso lá é super hiper pequeno! Ou seja, é como deveria ser, diferente de como é no Brasil.
  • Tostadas – pão tostado (não torrado e seco. Esquentado até ficar “crocante”).
    Tarta Santiago

    Uma Tarta Santiago sempre vai bem!

  • Mantequilla – Manteiga
  • Mermelada – Geléia. Cuidado para não confundir com marmelada! Aliás, marmelo é membrillo.
  • Tostadas com mantequilla e mermelada – comumente pedido, principalmente pelos alemães.
  • Bocadillo – sanduíche feito com metade de um pão. O pão é um “mini” baguete e o sanduba é bem grande.
  • Queso – queijo
  • Jamón – presunto. Se não especificar, normalmente virá o presunto cru (tipo parma, ou pata negra). Pode pedir o Jamón York se quiser o presunto tradicional do Brasil.
  • Tortilla – Espécie de omelete com batatas, cebola e outras especiarias. Normalmente pede-se un pincho de tortilla, ou seja uma fatia (é bem grande). Se pedir um bocadillo de tortilla vai comer muito bem.
  • Tortilla francesa – Omelete. Pode pedir tortilla francesa com queso, por exemplo.
  • Bolleria – Acompanhamento do café. Por exemplo: um croissant, um pão de queijo (se fosse no Brasil, claro), um pedaço de bolo.
  • Napolitana – Massa de croissant com recheio de chocolate. (muito bom!)
    Napolitanas de chocolate

    Deliciosas napolitanas de chocolate não podem faltar no café da manhã!

  • Magdalena – Bolo branco industrializado que vem em pequenas embalagens.
  • Chocolate com churros – Chocolate quente com uma porção de churros, para mergulhar no chocolate.

 

 

Print Friendly, PDF & Email
Gostou do artigo? Compartilhe!

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Gostou deste artigo?
Mantenha-se atualizado!

Inscreva-se em nossa lista para receber novos artigos e novidades exclusivas para você!

Obrigado por inscrever-se!

Xiii... algo deu errado!